ESTAR EM CRISTO É MUDAR DE NATUREZA, E ISTO NÃO SE CONSEGUE POR CONTROLE DE COMPORTAMENTOS

18:42 MINISTÉRIO APOSTÓLICO ROSA DE SAROM 0 Commentários


“Portanto, agora não há nenhuma condenação para os que estão em Cristo Jesus. Porque a lei do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte.” (Rm 8:1,2)

Saber que Jesus Cristo morreu na cruz pelos nossos pecados é um nível, mas estar consciente e convicto de que não há mais nenhuma condenação para os que estão em Cristo Jesus é, certamente, um entendimento muito mais profundo e libertador. O fato de não haver condenação significa que não há absolutamente nada que nos separe do amor de Deus e que podemos, com toda a liberdade, nos achegar ao coração de Deus Pai. Em outras palavras, somos vistos pelo Pai da mesma forma como Ele vê a Cristo, Seu Filho.

Desta forma, podemos andar firmados nessas verdades e mudarmos radicalmente a perspectiva de nossa vida. Quando estamos conscientes de que somos justiça de Deus em Cristo Jesus, nossos comportamentos tornam-se muito diferentes do que quando achamos que ainda estamos em débito. Se pensamos e cremos que Deus vai nos punir por eventuais comportamentos errados é porque temos dúvidas sobre os efeitos da obra da cruz. E quem alimenta essas dúvidas, inevitavelmente terá medos em seu coração e sempre procurará fazer obras no sentido de agradar a Deus, e caso passe por alguma situação difícil duvidará do amor de Deus.

Aprendemos com isso que, ao tentarmos corrigir comportamentos nossos ou de outros, a atitude que indica sabedoria é sempre fixar a pessoa no que ela é em Cristo (justiça), e não no que ela (eventualmente) produziu, pois a atitude nunca pode ser mais poderosa do que a identidade adquirida pelo crer no que foi recebido pela obra de Cristo. É uma questão de crer correto que nos liberta e transforma e não pelo controle do que fazemos. Só conseguimos mudar efetivamente os resultados relativos a comportamento, firmando a pessoa na identidade que tem ou passou a ter e não simplesmente pelo controle desses comportamentos.

Com carinho,

Flávio e Aline

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário. Ele passará por moderação, e se aprovado, irá se publicado.