PARADIGMAS ANTIGOS DEVEM SER MUITO BEM AVALIADOS E OS NOVOS NÃO DEVEM SER ACEITOS DE FORMA LEVIANA

16:51 MINISTÉRIO APOSTÓLICO ROSA DE SAROM 0 Commentários


“... pois as armas da nossa milícia não são carnais, mas poderosas em Deus, para demolição de fortalezas; derribando raciocínios e todo baluarte que se ergue contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência a Cristo.” (II Co 10:4,5)

Se olharmos para a vida das pessoas, como se comportam e pelo que lutam, é interessante observar os valores que as movem. Diversas são as fontes de influência mas, basicamente, há alguns paradigmas que norteiam os seus passos. Bons ou maus, certos ou errados, esses paradigmas automaticamente servem de crivo para a tomada de decisões.

A mudança desses paradigmas é um assunto que interessa especialmente aos que querem de alguma maneira exercer domínio sobre algumas pessoas ou um povo. Por trás da mídia existem interesses que devem sempre ser muito bem vigiados. Geralmente a promoção dessas mudanças alcança maior êxito quando é feita lenta e gradativamente, de modo que os que são alvo da estratégia nem percebam que seus pensamentos e opiniões sofreram alterações. Esta é uma das malignidades mais terríveis, pois são sutis e profundas.

Jesus Cristo, não só desfez vários paradigmas mas também implantou outros, fazendo as correções necessárias. Por estar ligado ao Pai, acrescentou o toque que faltava nas orientações mal compreendidas pelos “doutores da lei”. E, infelizmente, teve de enfrentar situações difíceis, justamente por causa dos entendimentos já “concretados” na mente desses doutores.

Assim como eles, qualquer um de nós está sujeito a ainda estar abrigando em sua mente algum paradigma que impede ou prejudica o relacionamento com Deus e o avanço à maturidade e santidade.

Estar aberto à revisão dos paradigmas é sempre necessário, mas a aceitação de um novo não deve ser de forma leviana.

Com carinho,
Flávio e Aline
Rosadesarom.net
29/11/2011 

0 comentários:

Obrigado pelo seu comentário. Ele passará por moderação, e se aprovado, irá se publicado.