MENSAGEM CULTO 19.07.2020 GUARDAR O CORAÇÃO


MENSAGEM CULTO
19/07/2020
GUARDAR O CORAÇÃO
Recentemente tivemos a oportunidade de ouvir uma mensagem de Reinhard Hirtler sobre este assunto, que me chamou bastante a atenção...
Provérbios 4:23 – “Acima de tudo o que se deve preservar, guarda o íntimo da razão, pois é da disposição do coração que depende toda a tua vida.”
Este versículo tem o seu início ressaltando a importância de guardar o coração, utilizando o termo “acima de tudo”...
E apresenta também o motivo para isso, ou seja, é da disposição do coração que depende toda a nossa vida.
Então, sendo assim, realmente devemos fazer todo o possível e dar a máxima atenção a essa recomendação, pois é nossa vida que está em jogo... não é um motivo qualquer!
Isto com certeza é muito mais importante do que se cuidar para não contrair Covid-19...
Aliás, podemos até contrair mais facilmente o Corona se não guardarmos o coração contra o medo!
Efésios 6:16 – “... embraçando sempre o escudo da fé, com o qual podereis apagar todas as setas inflamadas do Maligno.”
Paulo, em Efésios, explica muito bem como proceder... embraçando “sempre o escudo da fé”... não só de vez em quando! A orientação é para fazer isso sempre! Por quê? Porque se estou posicionado, consciente de quem eu sou em Cristo, consciente da presença do Espírito Santo em mim, firmado na Palavra da verdade, posso apagar toda e qualquer seta inflamada do Maligno, evitando que penetre no meu coração e me contamine. Fala que posso apagar e não simplesmente rebater.
Essa postura, que exige evidentemente nossa atenção, significa dizer que não podemos nos dar o luxo de andar distraídos por aí, pois é na distração que podemos nos tornar vítimas.
Às vezes, diante de uma simples palavra dita por alguém, ou de algum acontecimento, ou de algo que vimos, ou de alguma notícia, podemos dar entrada a um tipo de pensamento que, por sua vez, abre para imaginações diversas que trazem preocupações desnecessárias e tiram nossa paz...
Mas há, pela Palavra de Deus, uma recomendação muito clara e eficaz...
Filipenses 4:6-8 – “Não andeis ansiosos por motivo algum; pelo contrário, sejam todas as vossas solicitações declaradas na presença de Deus por meio de oração e súplicas com ações de graças. E a paz de Deus, que ultrapassa todo entendimento, guardará o vosso coração e os vossos pensamentos em Cristo Jesus. Concluindo, caros irmãos, absolutamente tudo que for verdadeiro, tudo o que for honesto, tudo o que for justo, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, nisso pensai.”
Essa recomendação para que todas as nossas solicitações ou preocupações sejam colocadas na presença de Deus por meio de oração e súplicas com ações de graças, é a maneira de neutralizarmos nossa ansiedade ou ansiosidade, pois ao declararmos isso a Deus estamos entregando a Ele o que antes carregávamos sozinhos e, ao darmos graças, demonstramos que estamos confiando nossos problemas a Ele... isto realmente funciona na prática!
Junto com este procedimento, está a orientação de só pensarmos em coisas que estejam alinhadas com a vontade de Deus, ou seja, mantendo nossos pensamentos cativos a Cristo.
Há uma porta que o inimigo usa, sempre que permitimos, quando não estamos convictos de que somos justiça de Deus em Cristo, quando não cremos efetivamente que não pesa mais nenhuma possibilidade de acusação contra nós...
Quando abrimos para a possibilidade de termos alguma culpa, somos atingidos no ponto principal da nossa vulnerabilidade, ou seja, nossa fé fica comprometida por acharmos que, por isso, Deus não cuida de nós ou pela admissão da possibilidade de Ele querer nos punir por algo.
Mas, contra essa artimanha do diabo, temos bem claro o seguinte:
II Coríntios 10:5 – “Destruímos vãs filosofias e a arrogância que tentam levar as pessoas para longe do conhecimento de Deus, e dominamos todo o pensamento carnal, para torná-lo obediente a Cristo.” (tornando-me consciente de que Cristo, em quem estou, cumpriu tudo através de Sua obediência, de maneira que não preciso aceitar acusações).
Estamos perfeitamente qualificados e capacitados para nos posicionarmos com base no que a obra consumada na cruz por Cristo nos dá o direito, não precisando aceitar distorções quanto ao que já foi feito nem mesmo acusações acerca do que Cristo já pagou...
Afinal, estamos conscientes de que Cristo, em quem estamos, cumpriu tudo através da Sua obediência...
Ele cumpriu tudo, cancelou todo escrito de dívida e não resta mais nada que tenhamos que pagar...
Saber disso, sem absolutamente nenhuma dúvida, é o que nos dá condições de reinar... ou de manifestar o reino de Deus aqui na terra...
Salmo 149:6 – “Altos louvores a Deus estejam sempre em seus lábios; em suas mãos, a espada de dois gumes.”
Este salmo, em seu verso 6, nos dá uma chave tremenda... que altos louvores a Deus estejam “sempre” em nossos lábios, pois isso não nos deixa esquecer de quem é o nosso Deus, do seu poder, do seu amor, de todos os seus cuidados bem como todas as bênçãos espirituais já disponíveis...
E, como complemento, o fato de termos em nossas mãos a espada de dois gumes com a qual podemos colocar o inimigo em seu lugar de derrotado...
Este é o fato que ele não quer aceitar e nós não podemos esquecer, pois ele, sem sombra de dúvida, já está derrotado...
É isto que nós precisamos ter convicção, para que ele não se atreva a se aproximar!
Romanos 12:1-2 – “Portanto, caros irmãos, rogo-vos pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto espiritual. E não vos amoldeis ao sistema deste mundo, mas sede transformados pela renovação das vossas mentes, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”
Paulo roga para que apresentemos nosso corpo como um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o nosso culto espiritual.
Ele alerta para que estejamos atentos e protegidos dessas armadilhas do mundo, e busquemos a renovação de nossas mentes...
Para quê? Para experimentarmos qual seja essa boa, agradável e perfeita vontade de Deus...
Para podermos reinar neste mundo!
E não mais sermos dominados pelas artimanhas do inimigo que, apesar de já estar vencido, tenta enganar aqueles que não sabem ou não estão convictos de que ele, o diabo, o “príncipe deste mundo tenebroso” já foi vencido!
Por isso, não devemos esquecer do convite feito por Jesus a cada um de nós... Qual é esse convite?
Mateus 11:28-30 – “Vinde a mim todos os que estais cansados de carregar suas pesadas cargas, e Eu vos darei descanso. Tomai vosso lugar em minha canga e aprendei de mim, porque sou amável e humilde de coração, e assim achareis descanso para vossas almas. Pois meu jugo é bom e minha carga é leve.”
Por que aprender dEle?
Ele quer que reinemos desde agora... para isso precisamos aprender dEle... precisamos renovar nossa mente, substituindo todos os conceitos assimilados erroneamente ao longo do tempo em que estivemos desconectados com Deus...
À medida que andamos na presença de Jesus, Ele em nós ou nós nEle, consolida-se a junção ou fusão do Espírito dEle com o nosso, ao ponto de passarmos a pensar como Ele e ver as coisas como Ele vê, alcançando o que chamamos de maturidade espiritual, que nada mais é do que, conscientes de que não é a nossa capacidade própria que nos dá acesso à salvação ou aceitação por parte de Deus Pai, e sim o fato de simplesmente crermos em Jesus como nosso Salvador, mesmo sem qualquer mérito e, estando nEle, passarmos a manifestar o Seu Reino aqui na terra, através da Sua natureza em nós, cuja marca inconfundível é o Seu amor que tem um enorme poder para quebrar resistências e firmar relacionamentos entre as pessoas.





MENSAGEM CULTO EM 05.07.2020


MENSAGEM CULTO
(05/07/2020)

Mateus 11:28-30 – “Vinde a mim todos os que estais cansados de carregar suas pesadas cargas, e Eu vos darei descanso. Tomai vosso lugar em minha canga e aprendei de mim, porque sou amável e humilde de coração, e assim achareis descanso para as vossas almas.”

Temos batido nesta tecla do quanto é importante inclinar-se para Jesus, deixando de lado as pesadas cargas e assumindo essa posição de descanso que Ele oferece. Apesar de supostamente todos nós já tenhamos nos inclinado a Ele, talvez ainda estejamos, sem necessidade, carregando algumas cargas... e talvez nos falte ainda uma decisão mais consistente quanto a aprender dEle o que ainda não compreendemos...

Mateus 5:3 – “Bem-aventurados os pobres em espírito, pois deles é o Reino dos Céus.”

Jesus disse que bem-aventurado é o pobre de espírito, pois dele é o Reino dos céus... o que Ele quis dizer com isso? Pobre de espírito é aquele que está aberto para ouvir e aprender de Jesus... este literalmente é o que abraça a sabedoria e torna-se bem-aventurado (feliz)!
Já o que é cheio de si mesmo, por achar-se autossuficiente (“rico”), tem dificuldade para aprender e consequentemente está inapto para reinar... não consegue acessar ao Reino dos Céus.

Romanos 10:17 - “Como consequência, a fé vem pelo ouvir as boas novas, e as boas novas vêm pela Palavra de Cristo.”

Quais são as palavras que mais têm penetrado no meu coração através de meus ouvidos? A fé que tenho manifestado é resultado do que tenho dado prioridade para ouvir... se estou sob o jugo de Jesus para efetivamente aprender dEle, vou gradativamente crescendo em maturidade para reinar sobre minha alma e consequentemente sobre as circunstâncias.

Romanos 12:2 – “E não vos amoldeis ao sistema deste mundo, mas sede transformados pela renovação das vossas mentes, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”

Em Jesus, alcançamos a libertação do domínio do sistema do mundo, mas não deixamos de ainda habitar neste mundo... e, apesar de estarmos no mundo, não precisamos nos deixar dominar por ele... mas isso só pode acontecer à medida que ando sob o jugo de Jesus... só assim posso ter minha mente renovada e preparada para reinar e saber qual é a perfeita e agradável vontade de Deus para minha vida.

I Coríntios 2:16 – “Quem jamais conheceu a mente do Senhor, para que possa instruído -lo? Todavia, nós temos a mente de Cristo!”

À medida que ando e aprendo com Jesus, sou transformado ao ponto de poder dizer que tenho a mente de Cristo... ao ponto de poder dizer que Ele vive Sua vida através da minha.

II Coríntios 10:5 – “Destruímos vãs filosofias e a arrogância que tentam levar as pessoas para longe do conhecimento de Deus, e dominamos todo o pensamento carnal, para torná-lo obediente a Cristo.”

O sistema do mundo, de diversas formas, está sempre querendo nos impor seus valores e interesses que obviamente são contrários aos de Deus e que têm o propósito de nos manter ou tornar cativos, pois satanás sabe muito bem que é através dos nossos olhos, ouvidos e sentidos que pode lançar suas contaminações aprisionadoras...
Diante de todo esse sistema mundano, que opera há muito tempo, Jesus está fazendo um convite... não está dando uma ordem. Está convidando para aprendermos dEle, pois Ele conhece muito bem nossa situação!
O que temos a aprender então?
A primeira coisa é justamente essa, de que a fonte de sabedoria está em Jesus e não no mundo... no momento que me conscientizo de que a minha sabedoria e minha justiça são como trapos de imundícia, e me inclino a Jesus para resgatar o que perdi ao longo do tempo, este relacionamento com Ele fará com que eu valorize toda a Palavra que proceder de Sua boca, seja a que já está escrita bem como a que o Espírito pode e quer me falar a cada momento.

Marcos 5:35,36 – “Enquanto Jesus ainda estava falando, chegaram algumas pessoas vindas da casa de Jairo, o dirigente da sinagoga, a quem informaram: Tua filha já está morta! Não adianta mais incomodar o Mestre. Mas Jesus não deu atenção àquelas notícias, e voltando-se para o dirigente da sinagoga o encorajou: Não temas, tão somente continue crendo!”

Pelo fato de estarmos inseridos no sistema deste mundo, e nossa mente ainda estar marcada pelo que ele estabelece, facilmente  nos deixamos abalar por notícias que geralmente apontam para problemas, especialmente como é o caso do que temos visto neste tempo de pandemia...
Ao contrário disto, Jesus demonstrou na prática que não se deixou abalar pela notícia de que a filha de Jairo já estava morta... a notícia, embora talvez demonstrasse uma realidade, não era a plena verdade do ponto de vista de Deus... E Jesus, com a fé inabalável, orientou e encorajou: Não temas! Tão somente continue crendo!

Isaías 55:8-11 – “Afinal, os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, e os vossos caminhos não são os meus caminhos! Afirma Yahweh, o Senhor. Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos. Como a chuva e a neve descem dos céus e não retornam para eles sem regarem a terra e fazerem-na brotar e florescer, a fim de que ela produza sementes para o semeador e pão para os que dele se alimentam, assim também acontece com a Palavra que sai da minha boca: Ela não voltará para mim vazia, mas realizará toda a obra que desejo e atingirá o propósito para o qual a enviei.”

Outra coisa que certamente temos muito a aprender dEle é o que representa uma semente, sua essência e seu poder frutificador quando lançada em terra fértil... o profeta Isaías, de forma muito adequada, compara o poder frutificador da semente ao poder da Palavra de Deus, que uma vez lançada nunca volta para Ele vazia, sem atingir seu propósito, especialmente quando encontra uma terra que é fértil.

Marcos 4:26-28 – “... O Reino de Deus é semelhante a um homem que lançou a semente sobre a terra. Enquanto ele dorme e acorda, durante noites e dias, a semente germina e cresce, embora ele desconheça como isso acontece.”

É simplesmente fantástico o que acontece com uma semente... ela tem dentro de si códigos criados por Deus que, uma vez lançada em terra, são acionados para manifestar o que tem dentro delas, ou seja, aquilo para o que foram programadas... de nossa parte, basta lançar a semente em terra e o resto é feito por Deus.

I Coríntios 3:6,7 – “Eu plantei; Apolo regou; mas foi Deus quem deu o crescimento. De forma que nem o que planta nem o que rega são de alguma importância, mas unicamente Deus, que realiza o crescimento.”

É claro que quando lançamos sementes em terra para que germinem e produzam, devemos tanto quanto possível ajudar para que não sejam abafadas pelos inços, mas quem faz com que germinem é Deus e não nós... a glória não é de uma ou outra pessoa...

Marcos 4:31 – “O Reino de Deus... É como um grão de mostarda, que é a menor das sementes que se planta na terra. Porém, uma vez semeada, cresce e se transforma na maior das hortaliças, com ramos tão grandes, a ponto de as aves do céu poderem abrigar-se sob a sua sombra.”

Quando falamos em Reino de Deus, isso deve nos levar a pensar e crer que tudo que vem de Deus tem o poder para se manifestar e prevalecer de acordo com o que Ele tem dito... assim como um pequenino grão de mostarda, uma vez semeado, tem o poder de se transformar na maior das hortaliças, da mesma forma uma palavra lançada em terra fértil (coração das pessoas) pode gerar tremendas transformações...
É a Palavra de Deus que tem o poder... então, se Cristo habita em nós, assim como está escrito em Gálatas 2:20, podemos e devemos crer que as palavras que proferirmos haverão de causar resultados de acordo com o sentido delas à medida que forem efetivamente recebidas pelos que as ouvirem... a origem do poder está em Deus e não na forma ou intensidade que falamos.

I Coríntios 15:37 – “Quando semeais, não semeais o corpo que virá a ser, mas apenas uma simples semente, assim como a semente de trigo ou outra qualquer.”

Este versículo é tremendo... precisamos ter plena consciência de que ao semearmos estamos lançando em terra apenas uma pequena semente (projeto) que, por sua aparente insignificância, podemos pensar que ela não irá se desenvolver, mas temos que entender e crer que não é a nossa força e sim a Deus que irá operar... bem como devemos ter paciência para que ela se desenvolva, sem sermos ansiosos ou imediatistas...

Testemunho da missionária de Zimbábue, de nome Portia, que nos visitou tempos atrás: ela disse que certa vez, quando se aproximava de seu apartamento, um mendigo a abordou pedindo um alimento e, como não tinha nada com ela, pediu ao mendigo que esperasse onde estava, pois iria providenciar algo para ele... ela subiu então ao seu apartamento e começou a preparar com muito carinho um sanduíche bem recheado, tendo por isso demorado um pouco... feliz por entender que aquele alimento saciaria a fome daquele homem, desceu as escadas para entregar o sanduíche, mas... sabem o que aconteceu? O mendigo não estava mais lá... certamente não creu que seria atendido. 

Creio que aí está o segredo da fé... o poder que opera é o de Deus e não nosso... é o poder liberado por Deus para a semente, que funciona em todos os tipos de semente, inclusive e de uma forma especial com as palavras que vêm dEle e estão sintonizadas com Ele...
Creio que devemos exercitar mais nossa fé, crendo efetivamente que ao determinarmos algo no mundo espiritual com nossa boca, essas palavras não retornarão vazias, ou sem terem cumprido seu propósito...
Devemos nos conscientizar também que de nossa boca podem e devem fluir rios de água viva, ou seja, palavras que produzam vida e não morte...
Afinal, nossas palavras procedem do Trono de Deus e não de outras fontes!
Exemplo: Missionário que tentava ensinar a uma tribo de índios, que deveriam guardar sementes para que na época própria fossem semeadas no sentido de garantir-lhes novas colheitas. Mas, ao sentirem fome, achavam mais interessante comer as sementes do que se preocupar com o momento posterior.
Não devemos esquecer que em nosso Celeiro há excelentes sementes!

MENSAGEM CULTO EM 07.06.2020


MENSAGEM CULTO
07/06/2020
Mateus 18:11 – “Porque o Filho do homem veio para salvar o que se havia perdido.”


O que se havia perdido? Muitas coisas importantes foram perdidas, mas o que desencadeou tudo foi a perda do relacionamento do homem com Deus.


Por causa da perda do relacionamento, o homem adâmico (nascido em Adão) colheu as mais variadas consequências, desfigurando-se e assimilando comportamentos que evidenciaram características próprias não mais do Deus amoroso e sábio, mas sim do homem, pois quem passou a estar no centro foi ele, abrindo com isso para ser influenciado e dominado por fontes duvidosas, especialmente pelo próprio satanás.


Foi para isso que Jesus veio... para restabelecer o relacionamento e resgatar o homem de todo esse emaranhado de problemas... o propósito de Deus nunca foi romper o relacionamento com o homem, mas a decisão de Adão/Eva, tendo sido contrária à orientação dada por Deus, fez morrer ou apagar o espírito deles, razão pela qual o relacionamento tornou-se impossível.


Como então desfazer tudo isso?


João 3:1-21 Jesus respondeu-lhe, declarando: “Em verdade, em verdade te asseguro que, se alguém não nascer de novo, não pode ver reino de Deus.”


Quando Jesus assegurou a Nicodemos que teria que nascer de novo para ver o Reino de Deus, o que queria dizer?


·        Que deveria reconhecer sua identidade adâmica e arrepender-se de toda essa forma de pensar completamente iníqua (contrária à de Deus)...
·        E, se pelo afastamento de Deus, Adão morreu para Deus, agora, para retornar a Deus, precisava morrer para Adão...
·        Morrer para Adão significa, através do batismo em águas, abandonar conscientemente a velha natureza adâmica, e, por fé em Cristo, ligar-se a Ele totalmente tanto na morte com Ele na cruz como na ressurreição e vida eterna...
·        A partir daí o espírito do homem, que estava morto ou apagado, passa a estar apto para a retomada do processo de recuperação do que foi perdido...
·        Mas, neste momento, diante da liberdade outorgada ao homem, cabe também a ele desenvolver a salvação de sua alma...
·        É exatamente neste ponto que está um grande desafio para todo aquele que experimentou a salvação através do novo nascimento do seu espírito...
·        Na verdade, é aí que está a dedicação e de certa forma preocupação da igreja, pois sempre é muito importante o bom testemunho comportamental...
·        Então, qual é a boa e única alternativa para alcançarmos o êxito?
Mateus 11:28-30 – “Vinde a mim todos os que estais cansados de carregar suas pesadas cargas, e Eu vos darei descanso. Tomai vosso lugar em minha canga e aprendei de mim, porque sou amável e humilde de coração, e assim achareis descanso para as vossas almas. Pois meu jugo é bom e minha carga é leve.”·        Quando nos convertemos/nascemos de novo, o que aconteceu de importante? Fomos libertos de um jugo do qual, por nós mesmos, não tínhamos saída... éramos dominados pelo pecado, independentemente de qualquer coisa...
·        E o que significa na prática estar livre de um jugo escravizante? Estar livre de um jugo não quer dizer que temos a liberdade para depender de nós mesmos, pois este já era nosso problema...
·        Na verdade, passamos a ter a liberdade de escolher o jugo adequado, aquele que nos faz bem e nos oferece vida e não morte...
·        Exemplo do escravo que foi comprado... (um escravo que estava sendo negociado em praça pública, com péssima aparência, após ser rejeitado por muitos senhores, eis que aparece um Senhor que, movido por amor, paga por esse escravo muito mais do que valia e, após fechar negócio, aproxima-se do escravo e lhe diz: agora és um homem livre! Mas, embora extremamente grato pela liberdade oferecida, o escravo decidiu voluntariamente oferecer-se para se tornar escravo desse Senhor, pois via nEle a confiabilidade e segurança, e que, seguir com Ele, seria a garantia real da sua liberdade.)
·        Ao longo do tempo, por termos sido contaminados por um grande engano, toda nossa sensibilidade perceptiva ficou de frente para as coisas do mundo e de costas para Deus em vez de ficar de frente para Deus e de costas para o mundo...
·        Agora, corretamente, decidimos estar sob o maravilhoso jugo de Jesus, que nos ama e quer nos conduzir de volta ao propósito de Deus...
·        Somos agora justificados e justos, bem como escravos da justiça, porque estamos sintonizados e comprometidos com Sua vontade...
·        O grande problema do nosso dia a dia é que podemos esquecer que estamos andando lado a lado com Cristo, sob um jugo que espontaneamente escolhemos, e, por isso, achamos às vezes que podemos dar asas ao que agrada tão somente à nossa carne...
·        Esta é, sempre, a decisão que nos cabe... afinal, temos a liberdade juntamente com a responsabilidade de desenvolver a salvação da nossa alma...
·        Podemos optar por satisfazer a alma e não reinar em vida, ou ouvir a direção do Espírito e reinar em vida...
·        É a grande decisão de dizer e viver o que está em Gálatas 2:20 – “Fui crucificado juntamente com Cristo. E, deste modo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. E esta nova vida que agora vivo no corpo, vivo-a exclusivamente pela fé no Filho de Deus, que me amou e se sacrificou por mim.”
·        Vamos todos participar da Ceia hoje... e o que ela significa acima de tudo? É exatamente o que está em Gálatas 2:20...
·        PERMANECEMOS COM ESTA MESMA DECISÃO DE NOS COLOCARMOS ESPONTÂNEA E VOLUNTARIAMENTE SOB ESSE JUGO DE CRISTO...
·        Esta é a solução para nos mantermos seguros em nossa caminhada...
·        Esta é a solução para um casal e uma família alcançarem o êxito... pois quando um está ou se coloca debaixo de um jugo diferente, não tem como funcionar...
·        Quando algo está indo mal, devemos nos perguntar: quem está tentando nos subjugar, ou quem estamos permitindo que nos subjugue?
 


PARA DEUS TODAS AS COISAS SÃO POSSÍVEIS


2019 - Ano de Unidade  
Ouvindo isso, os discípulos ficaram atônitos e exclamaram: “Sendo assim, quem pode ser salvo?” Mas Jesus, fixando o olhar neles, revelou-lhes: “Isso é impossível aos seres humanos, mas para Deus todas as coisas são possíveis”.
(Mateus, 19:25,26).
Quem pode ser salvo? Para Deus tudo é possível. Verdade absoluta! Na versão King James Fiel - 1611, diz: "Aos homens isto é impossível, mas COM DEUS todas as coisas são possíveis."  Crer na obra da Cruz e estar em Cristo, é estar COM DEUS!!!! Jesus, que é Deus, e nós, um MESMO ESPÍRITO!!!
Com carinho,
Aline - pastora do mars

COM O NOVO NASCIMENTO SOMOS TRANSFORMADOS DE GLÓRIA EM GLÓRIA


2019 - Ano de Unidade  
"Porque o Filho do homem veio para salvar o que se havia perdido."
(Mateus, 18:11).
O que o homem perdeu? Perceba que Jesus não disse: "vim salvar QUEM se perdeu," mas O QUÊ se perdeu. Perdemos a chance de sermos imagem e semelhança de Deus, pois Adão não escolheu comer da árvore da vida. Hoje, com o novo nascimento espiritual, crendo em Jesus, somos transformados de glória em glória, na própria imagem de Jesus. Fomos criados em Cristo para sermos semelhantes ao Pai em justiça e santidade. Tens comido da árvore da vida, Jesus?
Com carinho,
Aline - pastora do mars

QUEM DIZES TU QUE JESUS É


2019 - Ano de Unidade   
Então Jesus interpelou: “Mas vós, quem dizeis que Eu sou?” E Simão Pedro respondeu: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”.
(Mateus, 16:15,16).
Para ter esta revelação sobre Jesus, só se o Pai que está nos céus nos revelar. Esta revelação (de que Jesus é o Filho de Deus encarnado) é a pedra rejeitada pelos religiosos. Mas é sobre esta pedra que a Igreja de Jesus é edificada, e as portas do inferno não prevalecem contra ela. Uma pergunta: - Quem dizes tu que Jesus é?
Com carinho,
Aline - pastora do mars